Tomorrow I'll Miss You

Distante

Posted on: 7 de fevereiro de 2011

E eu acho que agora me encontro distante demais disso que vocês chamam de “chão”. Eu voei alto, abri minhas asas, e gostei da vista daqui de cima. Gostei o suficiente para não querer voltar. E talvez você não entenda, e pra quem não entende, eu digo: meus pêsames.
E quer saber do que mais? Eu vou escrever sobre fadas e duendes, e rezar todos os dias para a mãe natureza. Vou ouvir Beatles e deixar a paz se instalar em mim. Vou ter um amigo imaginário, e nós viveremos incríveis aventuras.
Talvez eu realmente não seja normal, e talvez haja uma falha no meu cérebro. Mas talvez eu tenha uma imaginação aberta demais, e talvez eu sonhe mais que o necessário. Talvez eu me desaponte, e talvez eu desacredite. Mas talvez eu esteja vendo mais do que você.
Isolar-se no próprio mundo pode parecer solitário. E é. Mas a solidão pode ser a companhia certa, e meus sonhos, o empurrão necessário.
Hoje eu me sinto mais próxima da magia.
Hoje eu preciso do surreal.
Hoje eu vou voar.
Hoje eu vou sonhar.
Amanhã, talvez não.
Mas hoje… Ah, hoje eu apenas me deixarei levar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: