Tomorrow I'll Miss You

Just be.

Posted on: 19 de abril de 2011

Já tem um tempo em que eu venho pensando em escrever sobre isso, e alguns acontecimentos da semana anterior me fizeram refletir, para então desabafar em outro post nesse querido blog, dessa querida blogueira que vos digita. Engraçado, nunca havia pensado em mim como uma blogueira…
Mas essa não é a questão.
O ponto é: Pessoas que fingem ser o que não são, me irritam.
Eu não entendo o motivo – ou talvez entenda, o que só piora a situação – o porquê de comprar uma camiseta do Nirvana, se você não sabe quem foi Kurt Cobain – ou ignora quem é Kurt Cobain, o que me faz querer te matar de forma mais dolorosa – e freqüentar lugares agitados, se você odeia barulho. Sou a favor de intercâmbio entre as tribos de adolescentes, e posso odiar a modinha colorida, mas respeito. Um pouco. Não sou contra pagodeiros conversarem com punks, mas você tem que saber o que é. Tem que saber do que gosta, e no que crê. Tem que ter perspectivas e tem que ter um ponto de vista. Não estou dizendo que você deve permanecer-se fixo em uma ideia e jamais mudá-la, porque, somos todos inconstantes, e mudar faz parte desse louco conceito chamado de vida.
Mas quando o fizer, faça porque tem um bom motivo, porque pode argumentar sobre.
Porque de pessoas de mentira, eu quero distância. Tô procurando mais verdade, mais vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Atualizações Twitter

%d blogueiros gostam disto: